Cientistas encontram pegadas humanas de 1,5 milhão de anos

segunda-feira, 16 de março de 2009

DA BBC BRASIL


Cientistas encontraram pegadas humanas de 1, 5 milhão de anos no Quênia, que revelam que os pés e o modo de andar de alguns dos primeiros hominídeos já eram bem parecidos com o do ser humano moderno.

As pegadas apresentam sinais de dedos pronunciadamente arqueados, curtos e alinhados, que diferem de pegadas mais antigas.

O tamanho e o espaçamento entre as pegadas - atribuídas ao Homo erectus - refletem a altura, o peso e o modo de caminhar do ser humano moderno.

A descoberta foi publicada na revista Science.

Poucos registros

As pegadas não são as mais antigas pertencentes a um membro da linhagem humana, já que marcas do Australopithecus afarensis, de 3,7 milhões de anos atrás, foram encontradas em Laetoli, na Tanzânia, em 1978.

Estas pegadas, no entanto, mostram pés chatos e um ângulo bem maior entre o dedão e os demais dedos do pé, que indicam pés que ainda 'agarravam' o chão.

Ainda não se sabe exatamente como um pé mais parecido com o de macacos se desenvolveu para sua versão moderna.

De acordo com o principal autor do estudo, Matthew Bennett, da Universidade de Bournemouth, na Grã-Bretanha, existem relativamente poucos registros fósseis de ossos dos pés e das mãos.

"A razão é que carnívoros gostam de comer mãos e pés", afirmou Bennett à BBC News.

"Uma vez que a carne desaparece, existe uma série de pequenos ossos que não são preservados, então sabemos pouco sobre a evolução das mãos e dos pés nos nossos ancestrais."

Salto de evolução

As pegadas foram encontradas nas proximidades de Ileret, no norte do Quênia, em uma pequena colina com vários metros de sedimentos que os pesquisadores limparam cuidadosamente.

Eles encontraram duas séries de pegadas, uma cinco metros mais profunda do que a outra, separadas por areia, lodo e cinzas vulcânicas.

Através de comparações com amostras radioisótopas da região, os cientistas descobriram que as duas camadas de pegadas foram feitas com pelo menos 10 mil anos de diferença.

Outra característica fundamental descoberta com a série de pegadas é como o Homo erectus andava.

Há indícios de um grande peso no calcanhar, transferido em seguida para o canto externo do pé, progredindo para a parte interna e terminando com a elevação dos dedos.

"Isto é muito sintomático do estilo moderno de andar, e as pegadas de Laetoli não mostram estas mesmas características", disse Bennett.

A descoberta é uma importante peça para mapear a evolução dos humanos modernos, tanto em termos de fisiologia como na forma como o Homo erectus se relacionava com seu meio ambiente.

O Homo erectus foi um grande salto na evolução, demonstrando uma maior variedade de dieta e de habitat, e foi a primeira espécie da linhagem humana a sair da África.

BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

3 comentários:

Lucinha disse...

Olá vim conhecer seu blog.. muito interessante seu post..Parabéns.. sempre bom aprendermos nos blogs.. fico feliz em poder ter encontrado seu cantinho.... uma linda noite.. beijinhos.

Avassaladora disse...

http://www.pequi.tv/magazine/diversos/pre-historia/pre-historia-o-homem-de-buritizeiro/

José roberto, achei interessante o post sobre as pegadas encontradas no Quênia. Como vê, estamos cercados da nossa pré história.
Aqui no Norte de Minas, minha cidade é Pirapora, Rio São Francisco no meio, do outro lado Buritizeiro. Foi encontrada um ossada que está sendo objeto de estudos por varis arqueólogos.
Para vc saber mais do assunto, se te interessar, coloquei o link, não sei como colocar, por isso só colei...rsrsrs
Mas se tiver dificuldades, é só jogar "Homem de Buritizeiro" no Google, que tem várias matérias.
É o nosso passado se revelando em locais totalmente insólitos!
Gostei do seu espaço!
Inteligente, informativo,atual!

Beijos!

Valdemir Reis disse...

Olá J. Roberto é sempre com grande alegria que visito este importante espaço. Honrado e feliz. Quero agradecer sua amizade. Muito obrigado! Certo estou quando um amigo nos acompanha nenhum caminho é longo demais e vamos além, também que a amizade é como as estrelas, embora não vendo toda hora sabemos que existem. Parabenizo você pela harmonia e qualidade deste trabalho. Grande tema, ótima escolha, excelente texto, enteressante e informativo, lindo visual, uma preciosidade, gostei. Valeu ter passado aqui. “Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Aguardo sua visita, passa lá! E volte sempre! Tenha uma agradável e feliz semana de grandes realizações. Muita paz, brilho, proteção e sucesso. Tudo de bom, muita prosperidade... Fique com Deus. Forte e caloroso abraço.
Valdemir Reis

ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

 
Design by: Searchopedia convertido para o Blogger por TNB